Há 17 anos que a Audi, com o RS6, delicia os clientes que procuram uma carrinha, pela sua versatilidade, mas no fundo querem guiar um superdesportivo com centenas de cavalos. E esta é a nova versão.

Além do habitáculo luxuoso e espaçoso, uma mala generosa e um motor de 600 cv, que lhe permite atingir 305 km/h, o novo RS6 consegue colocar atrás até 85% da potência, para tornar o comportamento mais divertido.

A sigla RS6, sinónimo de Audi RS6 Avant quattro, atrai um sem número de clientes, desejosos de conciliar espaço interior, mala volumosa, um chassi eficaz e um motor deslumbrante com oito cilindros e centenas de cavalos. Para manter este tipo de clientes satisfeitos, especialmente agora que o mercado sofre grande pressão por parte dos SUV, a Audi revelou a sua mais recente geração do RS6.

Mais elegante, mas sobretudo mais agressiva, a versão mais desportiva do Audi A6 faz questão de se assumir como uma alternativa aos SUV, igualando-os em volume interior e versatilidade, mas ultrapassando-os claramente na eficácia do comportamento, capacidade de aceleração e, acima de tudo, no gozo que assegura ao volante.

 

 

Interior requintado e concebido para quem gosta de se divertir ao volante, ao contrário do que acontece nos SUV, mais pesados e volumosos.

A alma do RS6 continua a ser um V8 com 4 litros, soprado por dois turbocompressores, que agora fornece 600 cv, o que o transforma na versão mais potente da história. Mais do que isso, assegura 800 Nm de torque, binário mais que suficiente para realizar a mais “apertada” das ultrapassagens com apenas um toque no acelerador.

Como o nome “quattro” indica, a tracção é assegurada pelas quatro rodas, a que está acoplada uma caixa Tiptronic de oito velocidades. Em consonância, garantem que o novo RS6 atinge 100 km/h em apenas 3,6 segundos, para depois subir até 250 km/h, só não os ultrapassando porque a isso está limitado electronicamente. Contudo, a Audi permite que o RS6 seja mais veloz, bastando para tal que esteja equipado com o pack de equipamento Dynamic, que lhe permite atingir 280 km/h ou, em alternativa, o Dymanic Plus, que fixa a velocidade máxima em 305 km/h.

O motor 4.0 V8 biturbo fornece no novo RS6 600 cv e 800 Nm.

Estes packs Dynamic dão ainda acesso a um outro programa de gestão do sistema quattro, que passa a poder deslocar até 70% da força para a frente, ou 85% para a traseira, a fim de tornar o RS6 Avant mais divertido de conduzir em estradas retorcidas. É nestas condições que se vai aproveitar o facto desta carrinha ser 2 cm mais baixa do que as restantes A6 Avant, para depois, acima dos 120 km/h, reduzir a altura ao solo em mais 1 cm. Menos mal que, para aceder às garagens com um “degrau” mais pronunciado, o RS6 pode elevar a suspensão em 2 cm, face à altura inicial. As vendas estão previstas arrancar no primeiro trimestre de 2020.

Fonte: Observador

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *